Lagoinha do Leste – Florianópolis/SC

A Lagoinha do Leste é um dos destinos preferidos dos turistas e também de grande parte dos manezinhos, os nativos da Ilha de Santa Catarina. Você não encontra um paraíso preservado e incrível assim fora do Brasil: Florianópolis tem riquezas naturais inimagináveis e prontas para serem exploradas. Conheça esse destino incrível a seguir!

A Lagoinha do Leste fica em Florianópolis, no sul da ilha, entre os bairros da Armação e Pântano Sul. É uma lagoa cheia de curvas que fica situada entre morros, com caminho de encontro para o mar aberto. Na região, existem trilhas desafiadoras, dunas, vistas paradisíacas e uma praia de arrancar suspiros com a areia branquinha.

Você pode ir até a Lagoinha em qualquer época do ano, pois a experiência está mais em apreciar a natureza e as trilhas do que em curtir a praia, que é deserta e não possui estrutura. Contudo, evite o período de ressaca do mar, quando ele fica agitado e pode ser perigoso. No verão, a lagoa tem água em temperatura amena e não é funda, o que proporciona mergulhos deliciosos.

Como chegar

Há três opções para ir até a Lagoinha: de barco (saindo da Armação), pela trilha do Matadeiro ou pela trilha do Pântano do Sul. Nossa sugestão é que você baixe os aplicativos floripanoponto ou Moovit, caso dependa do transporte público. Neles, é possível encontrar os trajetos e linhas de ônibus para chegar até a rodovia principal próxima a essas praias e seguir até elas a pé.

Caso esteja de carro, percorra a rodovia SC-406, seguindo o Google Maps, para chegar até a Praia da Armação ou a Praia Pântano do Sul. O Matadeiro fica para baixo da Armação e não é possível ir para lá de carro – é preciso atravessar a ponte do rio que corta a região ou pegar o caminho pela Praia da Armação.

O que fazer na Lagoinha do Leste

As principais atrações são as trilhas e paisagens, pois a área é de preservação e não possui sinal de celular ou estrutura de restaurantes. Para curtir a experiência, não vá sozinho, se não estiver acostumado, e leve bastante água. A seguir, conheça mais detalhes sobre o que esse passeio pode te proporcionar:

1. Chegada de barco

Para ir até a Lagoinha do Leste de barco, o mar precisa estar calmo, então, antes de ir, consulte a tábua das marés. Somente na alta temporada é possível encontrar barcos em abundância, e o preço varia de R$ 20 a R$ 40. A principal saída é da Praia da Armação.

2. Trilha Matadeiro-Lagoinha

A trilha Matadeiro-Lagoinha tem aproximadamente 3 km e pode ser percorrida em 2 horas de caminhada. Ela segue beirando o mar, então é provável que você perca o fôlego não pelo cansaço, mas pela paisagem perfeita que se estende pelo caminho. A vegetação por ali é baixa, então procure ir bem cedo para evitar o sol forte.

3. Trilha Pântano do Sul-Lagoinha

A trilha Pântano do Sul-Lagoinha é mais curta, com aproximadamente 2 km de extensão, e começa na R. Manoel Pedro Oliveira, um pouco antes da praia do Pântano do Sul. Se você quiser andar menos, essa é a opção. O caminho é pelo meio da mata, mas o percurso tem madeirinhas como escada e muito mais sombra.

4. Trilha e Mirante do Morro da Coroa

É aqui que você vai tirar a famosa foto na pedra, com uma vista espetacular de toda a praia e da lagoa. A trilha para o morro tem menos de 1 km, mas é muito íngreme e necessita de total atenção e cuidado. Se for tirar fotos, vá com cautela: não tem salva-vidas por lá, ok? O morro tem pouco mais de 200 m de altitude.

5. Vista para a Toca da Baleia

Essa é a maior caverna marinha de Florianópolis. A sua “boca” tem aproximadamente 20 m, ela tem estalactites e estalagmites e é possível avistá-la pela trilha Matadeiro-Lagoinha. Aqui, a sugestão é ver de longe mesmo, pois para acessar a caverna é preciso ter conhecimentos de rapel e escalada. É possível chegar de barco, mas o mar não pode estar revolto, e nadar até lá também não é fácil.

6. Acampamento

A Lagoinha do Leste é procurada por muitos aventureiros que adoram acampar, mas é preciso escolher um local seguro. Se quiser ficar perto do mar e em campo aberto, a dica é adentrar nas dunas e encontrar um local com paredões que possam te proteger. Outro bom indício de que a área é boa para acampamento é ter vestígios de fogueiras. Importante: lembre-se de levar seu lixo com você.

Curtiu? O passeio é marcante e trará memórias maravilhosas. Apesar de ser uma trip mais radical, até os idosos da ilha já se aventuraram por ali. Não deixe de viver todas as experiências que a Lagoinha pode te proporcionar!

Galeria de Fotos

Fonte: Viajali

Check Also

Trilha da Lagoinha do Leste – Florianópolis/SC

Viajar para o sul do Brasil é ter o privilégio de visitar destinos turísticos incríveis, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *