Trekking do Descobrimento – Bahia

O Trekking do Descobrimento, ainda pouco explorado pelos amantes das caminhadas na natureza, é sem dúvidas nenhuma uma das travessias de praias mais fantásticas (e desgastantes) de todo litoral brasileiro.

Também, não seria por menos!

O Trekking do Descobrimento refaz o caminho percorrido pelos conquistadores portugueses quando desembarcaram nas terras tupiniquins e se estende por mais de 140km pelas areias brancas e fofas do litoral sul da Bahia.

O cenário é paradisíaco e, além de praias badaladas como Caraíva, Espelho, Trancoso, Arraial d’Ajuda e Porto Seguro, o Trekking do Descobrimento te apresenta outras joias muito menos conhecidas, mas de beleza enormemente igual, como Cumuruxatiba, Barra do Cahy e Ponta do Corumbau.

Portanto, se sua intenção é mergulhar de cabeça naquilo de melhor que a Bahia tem para te oferecer, seja a sombra sob um coqueiro com uma água de coco geladinha ou um forró pé de serra até altas horas à beira do rio Caraíva, o Trekking do Descobrimento definitivamente vai te proporcionar tudo isso, sem falar da sensação indescritível de completar esta travessia histórica pelas primeiras vilas do Brasil.

Então bora lá, prepare a mochila que chegou a hora de cair na estrada (ou na areia, eu diria!).

A Trilha

O Trekking do Descobrimento compreende tradicionalmente o percurso entre Cumuruxatiba e Trancoso. Este trecho tem mais ou menos 80km e pode ser percorrido sem maiores sacrifícios em 5 dias.

Contudo, aqui vou relatar o Trekking do Descobrimento “full”, isto é, desde a rodoviária de Prado (30km ao sul de Cumuruxatiba) até Porto Seguro (30km ao norte de Trancoso), o que confere a esta travessia um caminho total de aproximadamente 140km.

Todo este trajeto não demanda nenhuma técnica apurada do viajante, já que quase a totalidade da caminhada se dá em linha reta, margeando a orla do litoral sul baiano.

No entanto, é aqui que está a maior dificuldade: caminhar por horas e mais horas sobre a areia fofa e inclinada destas praias maravilhosas e sob um sol baiano que raras vezes te dá uma trégua, até porque sombra e água fresca só fica no imaginário popular, pois é bem difícil de encontrá-las durante todo o trajeto.

Além da dificuldade de se caminhar sob o sol escaldante, outro ponto que você, trilheiro(a), deve se atentar é sobre a tábua de marés.

Muitas vezes durante a travessia caminhamos com o mar de um lado e grandes falésias do outro. Quando a maré sobe, fica impossível de seguir adiante, restando a você voltar e esperar ou se arriscar nas águas fortes que vão de encontro às falésias.

Além deste porém, há ainda o cruzamento de vários rios que desembocam no mar durante a travessia inteira, ou seja, em maré cheia você já consegue vislumbrar que será impossível passar. E vá por mim, não dá para passar mesmo, é impressionante o quanto o nível da água sobe e desce durante o dia todo.

Raio-X da Trilha

Trekking do Descobrimento – De Prado a Porto Seguro

  • Nível: difícil em razão da distância;
  • Extensão: 141,24km;
  • Duração: 11 dias e 10 noites;
  • Altitude Máxima: 293m (centrinho de Arraial d’Ajuda);
  • Ganho de Elevação (somatório de todas as subidas): 539m;
  • Perda de Elevação (somatório de todas as descidas): 536m;
  • Tipo de Trilha: mão única.

Como Chegar

Rodoviária de Prado/BA, início dos 140km do Trekking do Descobrimento até Porto Seguro/BA.
Rodoviária de Prado/BA, início dos 140km do Trekking do Descobrimento até Porto Seguro/BA.

Para eu te dizer como chegar ao Trekking do Descobrimento, você primeiro precisa definir qual será seu ponto de partida e qual será seu ponto de chegada.

Nós, por exemplo, definimos que começaríamos pelo sul, ou seja, em Prado, e rumaríamos caminhando sentido norte, até Porto Seguro.

Considerando então Prado como o ponto de ínicio para o Trekking do Descobrimento, as opções para chegar à cidade são:

Avião

Nem preciso dizer que o aeroporto mais próximo a Prado/BA é apenas em Porto Seguro. Portanto, dali você precisará pegar um ônibus até Prado/BA, pagar por um transfer (não recomendo, sempre muito caro) ou até mesmo alugar um carro.

Ônibus

Nós fomos até Prado/BA vindos de São Paulo. Há ônibus direto a partir da rodoviária do Tietê operado pela empresa Gontijo. A viagem dura cerca de 26 horas.

Se você vier de outro estado ou localidade e não encontrar ônibus direto para Prado/BA, busque chegar em Itamaraju/BA ou Teixeira de Freitas/BA, cidades à 50km e 80km de distância de Prado respectivamente e que oferecem o transporte final para Prado/BA. Ou, na pior das hipóteses, vá direto para Porto Seguro e comece o trekking de lá ou pegue, de Porto Seguro, um ônibus para Prado/BA, viagem esta um pouco mais longa, cerca de 200km.

Carro

Se você não mora perto de Prado/BA ou está sozinho, provavelmente você não irá de carro.

Contudo, se você voar para Porto Seguro/BA, você precisará se locomover até Prado/BA e uma das opções é alugar um carro, principalmente se você estiver num grupo de 4 ou 5 pessoas, pois aí o aluguel compensa até mais que o ônibus.

O Que Levar

Essencial

  • Mochila Cargueira: a caminhada é longa, são mais de 140km se você completar a travessia cheia! Nem pense em ir com mochila de escola! Arrume uma mochila que te abrace, você vai precisar;
  • Bota ou tênis de caminhada: caminhar na praia é tentador demais para andar descalçado. Aposto inclusive que você vai tentar. Mas só até o final do primeiro dia, até porque seu pé pedirá arrego! Então, vista uma boa bota e evite torções e dores indesejadas na planta do pé caso você insista em andar sem calçado.
  • Barraca: é possível arrumar quartos em todos os principais pontos do rolé, mas o mais legal num trekking por praias desertas é ter a possibilidade de jogar a barraca em qualquer lugar e seguir a caminhada no dia seguinte. Portanto, se quer mais aventura, não esqueça da sua casinha;
  • Saco de Dormir e Isolante Térmico: apesar de estarmos na Bahia, à noite sempre cai a temperatura e o vento aumenta. Nunca saio sem esta dupla;
  • Comida: leve lanches, barrinhas de cereais ou proteínas, frutas e chocolate para comer durante as caminhadas. Para refeição principal, leve um fogareiro e faça seu rango lá, mas não se esqueça de levar todo resíduo gerado de volta com você.
  • Lanterna de Cabeça: por diversas vezes durante o Trekkind do Descobrimento, terminamos de caminhar quando a noite já havia caído, portanto, se quiser luz no seu caminho, já sabe né;
  • Câmera ou Celular e Carregador Portátil: leve algo para registrar esse rolé, você não vai se arrepender;
  • GPS: a trilha é quase toda pela areia da praia, a não ser quando é necessário subir as falésias e ir por cima delas. Ou seja, dificuldade de navegação não existe, mas, por ser muito longa, sempre é bom gravar os seus passos e achar as melhores saídas para as falésias;
  • Repelente: o litoral e seus borrachudos! Não se esqueça do seu;
  • Protetor Solar: imprescindível! Bahia, amigos(as)!
  • Snorkel: se quiser poupar dinheiro alugando um por lá, já coloque o seu na mochila. Pode ser bastante útil na praia do Espelho;
  • Pazinha ou Shit Tube e Papel Higiênico: você pode ou enterrar bem e longe de uma fonte de água, ou levar embora, mas não me deixe seus vestígios biológicos para todo mundo ver.

Vai de Você

  • Roupa Leve e Para Nadar: neste trekking o que não faltam são opções de praias e rios para se molhar;
  • Toalha: andar sequinho(a) sempre é bom!
  • Canga: se não quiser sujar o bumbum de areia naquela hora de ficar sentado na praia, leve uma com você;
  • Chinelo: sempre tenho um par na mochila, ainda mais num trekking de praias;
  • Óculos de Sol, Boné: ajudam bastante e te deixam no jeito;
  • Utensílios de Cozinha: se for cozinhar e não quiser ficar na mão, leve uma faca, um canivete e talheres;
  • Bastão de Caminhada: para ser honesto eu não uso, mas tenho que concordar que pode aliviar bastante a caminhada.

Quando Ir

Clima, definitivamente, não vai ser um problema a interferir no planejamento da sua viagem para o litoral sul da Bahia, que pode ser visitado durante todo ano.

Aquela região é privilegiada quando pensamos em calor e luz solar, portanto prepare-se bem que a quentura não vai ser pouca não!

No entanto, apesar do clima quente, chuvas durante o dia são esperadas. Realizamos o Trekking do Descobrimento em um mês de outubro e praticamente dia sim, dia não, caía uma chuvinha para esfriar os ânimos, o que sempre considerei muito bem vinda.

Outro fator climático importante é o vento. Acampar numa praia vazia pode não ser tão simples caso você pegue uma noite de ventos fortes como pegamos na nossa primeira noite no meio da praia em um trecho entre Prado/BA e Cumuruxatiba 

Por fim, como se viu, o clima dificilmente atrapalhará sua viagem. A última coisa que recomendaria, caso não goste de tumulto e preços exorbitantes, é evitar o período entre o final do ano e o carnaval, férias escolares e grandes feriados. No mais, se joga que é vida!

Galeria de Fotos

Fonte: Rod de Mochila

Fotos: Marco Sobral/Mochileiros

Check Also

Pedra do Baú – São Bento do Sapucaí

Sem dúvida a Pedra do Baú é o principal atrativo de São Bento do Sapucaí, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.