Chapada do Araripe – Ceará

A Chapada do Araripe é um ponto turístico que oferece inúmeras atrações naturais ao viajante: de trilhas ecológicas a vestígios arqueológicos. Esse tesouro natural pode ser visitado em qualquer temporada do ano, e atende as expectativas desde os mais aventureiros, até o turista que não abre mão de uma boa história.

Localizada no sul do Ceará, a Chapada do Araripe abrange seis municípios da região do Cariri: Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri. O parque natural ocupa uma área total de 3.789 km².

Como chegar

O Aeroporto Regional do Cariri – Orlando Bezerra de Menezes, fica em Juazeiro do Norte e recebe voos comerciais diretos e diários partindo de Brasília, Recife, Fortaleza e São Paulo. Para trafegar entre as cidades de Cariri é necessário seguir uma rota, partindo do triângulo em Juazeiro do Norte: para um lado, Juazeiro do Norte (e demais cidades, como Caririaçu), para o outro, Barbalha e Missão Velha, e para o terceiro lado, Crato, Exu, Nova Olinda, Santana do Cariri, Assaré e Potengi.

Para circular pela Chapada do Araripe, o ideal é alugar um carro, para maior comodidade. Assim você poderá curtir o passeio com maior liberdade.

Tome nota das atrações mais imperdíveis da Chapada do Araripe, que deixarão o seu roteiro de viagem ainda mais completo:

1. Geossítio da Colina do Horto

PICOLE ARTESANAL

A Colina do Horto fica a 3 km de Juazeiro do Norte, e oferece uma experiência religiosa com uma belíssima vista natural. Você conhecerá a estátua de 27 metros do Padre Cícero, construída em 1969, a Igreja do Senhor Bom Jesus do Horto, o Museu Vivo do Padre Cícero, e a trilha de acesso ao Santo Sepulcro, o túmulo de um dos beatos do homenageado. O acesso à estátua funciona diariamente, das 4h às 21h, e do museu das 8h às 18h.

2. Geossítio Pontal da Santa Cruz

THIAGO COUTINHO

A 4 km de Santana do Cariri está o Pontal da Santa Cruz, e sua plataforma de observação com uma vista de tirar o fôlego, que funciona de terça-feira a domingo, de 11h às 17h. O local ainda conta com uma capela construída no século XX, e um restaurante no topo da chapada. O local também funciona em feriados de segundas-feiras e em eventos sazonais.

3. Cachoeira de Missão Velha

RENATO ROQUE

Os 12 metros de queda d’água da Cachoeira de Missão Velha fica a 3 km da cidade homônima, e já foi moradia de povos indígenas no período pré-histórico – você encontrará diversas ruínas de construções daquele período durante a sua visita. O local também é um marco para a história da região, já que era um dos únicos pontos de água constante durante todo o ano do estado.

4. Geossítio Riacho do Meio

KAROLINA GAMEIRO

Riacho do Meio fica a 7 km da cidade de Barbalha, e possui trilhas ecológicas em meio a uma área de preservação de fauna e flora da região. Além das bicas d’água, você também encontrará a Pedra do Morcego, um antigo refúgio de cangaceiros que se denominavam como Bando dos Marcelinos. Aproveite o passeio para se conectar com a natureza e registrar cada cantinho verde que te inspirar.

5. Geossítio Ponte de Pedra

THAMIRIS BARBOSA

Com uma formação rochosa em formato de ponte, este geossítio já facilitou muito o deslocamento dos antigos povos que viviam naquela região. Nas proximidades você ainda encontra vestígios arqueológicos pré-históricos, como material lítico, cerâmicas e pinturas rupestres. Para encontrar esta atração, basta se deslocar a 9 km de Nova Olinda, precisamente no Sítio Olho D’água de Santa Bárbara, entre as rodovias CE-292 e CE- 494.

Todas as atrações da Chapada do Araripe podem ser visitadas em um caprichado final de semana. Aproveite cada segundo e não esqueça de registrar todos os ângulos possíveis.

Dicas e informação importante para aproveitar melhor sua viagem

Tome nota das informações mais importantes sobre o destino, para que sua estadia seja um sucesso:

  • Na mala: garanta roupas leves e fresquinhas em sua bagagem para curtir a Chapada do Araripe. Não se esqueça também do protetor solar, repelente, roupa de banho e tênis antiderrapante.
  • Visitas: os geossítios não necessitam de agendamento prévio para serem visitados, e é possível conferir cada um deles separadamente. Mas para melhor aproveitamento e imersão na história de cada local, o ideal é contar com a companhia de um guia.
  • Guias: o Geopark Araripe possui parceria com diversos guias especializados, que podem ser contratados no site oficial da atração. Somente esta contratação é paga – o acesso aos geossítios são gratuitos.
  • Hospedagens: Juazeiro do Norte e Crato são os locais com maior fluxo de pessoas, e portanto, oferecem a melhor estrutura para receber os turistas, com maior número de opções de hospedagens, restaurantes, entre outros.
  • Atrativos: a Chapada do Araripe é um destino bastante procurado por ciclistas e trilheiros, dos mais experientes até iniciantes. Há guias ciclísticos profissionais nas agências especializadas que podem auxiliar o passeio com mais segurança e conforto.

Tomou nota de todas as dicas? Assim você poderá curtir melhor a Chapada do Araripe e voltar com a bagagem cheia de histórias para contar.

Curiosidades sobre a Chapada do Araripe para o seu conhecimento

Conheça mais da Chapada do Araripe e toda a sua história, transformando esse destino não só em uma atração ecoturística, mas também uma verdadeira experiência cultural:

  • A Chapada do Araripe possui 178 km de extensão e 1000 metros de altitude, abrangendo os estados do Ceará, Pernambuco e Piauí.
  • O Geopark Araripe é a área acessível aos turistas, e abriga 9 sítios paleontológicos, com os fósseis mais antigos do planeta.
  • Na Chapada do Araripe é possível conhecer os antigos percursos trilhados pelos índios Kariri e dos cangaceiros da época de Lampião. Uma verdadeira aula de história local.
  • A formação geológica da Chapada do Araripe surgiu ainda no período Cretáceo, e considerado o primeiro registro desta categoria no Brasil.
  • As rochas da Chapada do Araripe possuem mais de 110 milhões de anos, conservando essências biológicas da fauna e flora da época, tornando-se uma região ideal para estudo paleontológico desde o seu descobrimento.
  • De todos os fósseis de pterossauros já encontrados em todo mundo, um terço desses exemplares estavam na Chapada do Araripe. E para representar esta fatia importante, a região abriga um parque a 4 km de Santana do Cariri com réplicas artísticas dos répteis voadores com mais de 5 metros de envergadura.

Para quem não abre mão de uma boa aventura histórica, a Chapada do Araripe é um prato cheio para esse estilo de viagem recheado de conhecimento.

10 fotos encantadoras de Chapada do Araripe para te inspirar

Confira os cliques mais caprichados da Chapada do Araripe e publicados no Instagram, que promete te arrancar suspiros e aumentar a sua ansiedade para viajar:

1. A Chapada do Araripe oferece atrações religiosas

THIAGO LUIZ MACEDO

2. E também naturais, em meio à fauna e a flora

WEDSON FAUSTINO

3. Espia só esta incrível paisagem

POLLYANA ISBELO

4. Que pode ser vista de diversos mirantes da Chapada

LIDU

5. A imensidão verde de Araripe é de tirar o fôlego

TRILHEIROS KARIRIS

6. E um verdadeiro convite para desbravar cada canto permitido

LUAN CASSADANTA

7. Você poderá se refrescar nas quedas d’água

JOSIANY HEVELLIM

8. E se deliciar a cada caminhada

LAZARO HUGO

9. Seja praticando esportes radicais

CAATINGA OUTDOORS

10. Ou curtindo a viagem em 4 rodas

PÉ NA ESTRADA TRILHAS

Fonte: Viajali

Check Also

Chapada dos Veadeiros – Goiás

Além da natureza encantadora do cerrado brasileiro, o local também tem uma mística que inspira …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.