As melhores praias de São Paulo – Parte 2

16.  Praia do Bonete –  Ilhabela

praia do Bonete disputa com Castelhanos o título de praia mais bonita de Ilhabela. Habitada pela maior comunidade caiçara do município, preserva a riqueza de sua cultura tradicional. De frente para o mar aberto, o pequeno paraíso de areias claras e água agitada é super convidativa para os amantes de ecoturismo. Você poderá conhecer cachoeiras, fazer trilhas, comer um peixinho frito na beira da praia ou apenas curtir o final de tarde na sua orla rodeada de árvores Chapéu-de-Sol.

O acesso pode ser feito por mar, a bordo das tradicionais canoas “boneteiras” ou lanchas de passeios, ou pela trilha de 15km pelo Parque Estadual de Ilhabela.

Onde ficar em Ilhabela: a pousada Canto Bravo tem diárias a partir de R$ 200 para quarto duplo. Diferencial: localização de frente para o mar, em plena ilha do Bonete, com suítes com varanda. Além disso, serve café da manhã e jantar.

17. Praia de Maresias –  São Sebastião

Maresias se tornou um point para os jovens e surfistas. Por ter uma ótima infraestrutura, é uma opção para passar o dia, além de ter bares e festas agitadas durante os finais de semana. Durante o dia, surfistas aproveitam o mar de ondas fortes, e muita gente bonita curte o clima de paquera na areia.  As famílias ainda encontram um reduto mais tranquilo no canto norte da praia, onde as ondas são um pouco mais mansas. Depois do pôr do sol, o movimento migra para a Rua Sebastião Romão César, e avança pela madrugada nas baladas locais.

Onde ficar: o misto de B&B e pousada Casa Ka tem quartos duplos a partir de R$ 390 por dia. Diferencial: fica numa área rodeada pela natureza e, ao mesmo tempo, pertinho da praia

18.  Praia Camburi e Camburizinho, São Sebastião

Separadas por um ilhote, as duas praias dividem com Maresias o título de ponto de encontro do público mais jovem no litoral norte de São Paulo. As fortes ondas presentes o ano inteiro colaboram para essa situação. Adicione a boa oferta de pousadas, restaurantes e quiosques na areia e a mistura fica completa. Camburi é a praia mais gourmet do estado com muitas opções de dar água na boca.  Já Camburizinho tem águas mais calmas e é um pouco mais sossegada que a vizinha – um bom refúgio para quem quer dar um break no agito.

Onde ficar: a apenas três minutos a pé da praia, o sofisticado Hotel Villa Bebek oferece suítes confortáveis a partir de R$ 490 por dia para duas pessoas. Diferencial: infraestrutura completa num espaço agradável e bem planejado.

19. Praia do Félix – Ubatuba

O canto esquerdo é bom para surfe; o direito, de águas calmas e transparentes, melhor para banho. Há poucas barracas de lanches e bebidas. O acesso é feito por uma estradinha ao lado de um condomínio, à beira da rodovia. Da praia do Félix é possível acessar duas outras praias por trilha: no lado direito para Prainha do Félix, boa para mergulho, e no lado esquerdo para Praia das Conchas. No posto policial no caminho para a praia há um mirante, com vista para outras praias e ilhas, um visual realmente bonito

20. Praia de Pedras Miúdas – Ilhabela

praia de Pedras Miúdas fica localizada em Ilhabela, bem de frente com a pequena Ilha das Cabras. A praia tem esse nome por conter, no fundo do mar e em suas areias, pequenas pedras. A areia branca e águas cristalinas são alguns dos atrativos da praia, mas o principal é o fato de estar em área de Santuário Ecológico Submarino, protegido por lei da caça e pesca submarina. Com boa estrutura de bares e restaurantes, é possível saborear pratos de frutos do mar fresquinhos ou, ainda, fazer um passeio de caiaque ou mergulho de flutuação, serviços oferecidos por diversas empresas de turismo na praia.

Onde ficar em Ilhabela: uma das acomodações mais próximas da praia é o Hotel Boutique Ananas, que tem suítes duplas a partir de R$ 310 por dia. Diferencial: quartos e áreas comuns com vistas deslumbrantes.

21. Praia da Feiticeira – Ilhabela

praia da Feiticeira é uma das mais conhecidas de Ilhabela, suas águas cristalinas e calmas atraem muitos visitantes. Nessa pequena praia é possível realizar mergulhos e passeios de caiaques e stand-up paddle. Com 250 metros de areia grossa, abriga em seu canto esquerdo um antigo casarão em estilo colonial, o acesso é justamente pelo casarão, passando por uma cachoeira artificial que deságua na praia. O mar calmo e claro também é propício para os praticantes de mergulho de flutuação. A ausência de bares, quiosques e outros tipos de comércio contribuem para o sossego do lugar.

Curiosidade: A origem do nome está ligada a lenda de uma antiga proprietária da fazenda, que fez fortuna com piratas contrabandistas e com comandantes de navios negreiros, pois após 1850, a ilha era um dos principais pontos de entrada de escravos ilegais no Brasil. Um dia, envelhecida e temendo ser saqueada, ela teria entrado na floresta e enterrado um tesouro com auxílio de seus escravos. Para evitar que revelassem o segredo, teria matado a todos e voltado sozinha da mata. Chamada de feiticeira pelos pescadores locais, teria finalmente enlouquecido e desaparecido, deixando para trás o mistério de seu tesouro enterrado.

Foto: Brunella Nunes/Equipe QCV

22. Riviera de São Lourenço – Bertioga

Mais do que um simples destino no litoral Norte paulista, este é um verdadeiro “bairro planejado”, com muitas casas e prédios. Sua praia é limpa e conta com uma ótima estrutura, muito visitada por turistas por suas inúmeras opções de hospedagem – especialmente flats/apartamentos – e entretenimento. É um centro de conforto, comodidade e infraestrutura de alto nível e muito glamour.

23. Massaguaçu – Caraguatatuba

praia de Massaguaçu não é muito conhecida, mas é bastante procurada principalmente para pesca, sendo a sede dos principais torneios na região. Suas águas cristalinas atraem golfinhos e baleias e, em alguns pontos, a praia é totalmente isolada, sem restaurantes e bares. É uma praia de belo visual.

Bem em frente é avistada a Ilhabela em toda a sua extensão, e nela temos ainda a oportunidade de ver o pouco que restou do jundu, vegetação rasteira de proteção ambiental da zona costeira, que corre o risco de desaparecer e é muito importante para o ecossistema costeiro.

24. Iporanga – Guarujá

praia de Iporanga é conhecida por ser a praia “secreta” do Guarujá, administrada por síndicos é considerada um paraíso pelos moradores e turistas. A areia é clara e fina, e as águas são límpidas. A praia suporta só um certo número de visitantes por dia para que possa ser mantida a limpeza.

É um lugar paradisíaco, que reúne várias espécies de pássaros em extinção e arvores. Um dos maiores atrativos é a cachoeira que deságua na areia, criando o clima perfeito para relaxar e curtir. Por estar localizada dentro de um condomínio, a entrada dos carros é limitada, então a dica é chegar cedo e garantir lugar.

Onde ficar no Guarujá: na praia da Enseada, o The Falls Hotel oferece suítes duplas a partir de R$ 323 por dia. Diferencial: instalações modernas e estacionamento privativo sem custo adicional.

25. Prainha Branca – Guarujá

Entre o Guarujá e Bertioga está uma joinha paulista: a prainha branca. Escondida no meio de trechos da Mata Atlântica, é acessada por balsa e uma pequena trilha que leva a labirintos de areia fofa onde permeiam casas, campings e alguns restaurantes, compondo uma rústica vila caiçara. Seguindo em linha reta se alcança a praia, que proporciona o encontro do mar com o riacho. Embora já não seja mais tão selvagem quanto a alguns anos atrás, continua bonita, simples e vibrante.

Onde ficar: o lugar ainda é roots, ou seja, rodeado de bicho-grilos e ripongas. Assim sendo, as opções de hospedagem se limitam a pousadas e campings, como o Larica’s e a Toca da Garoupa, que tem também quartos duplos por R$ 150 a diária. A Pousada da Grazi conta com suítes com frigobar e TV.

*Valor de diárias consultados dia 14/10/2018; sujeito a alteração.

Fotos: reprodução

*Post com colaboração de Andressa Xavier Pellanda

Fonte: Quanto Custa Viajar

About Luiza Melo

Check Also

Passeio de Buggy em Natal: Dunas de Genipabu – Litoral Norte

Com ou sem emoção? Não importa, mas ir a Natal e não fazer o passeio de Buggy …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *