Mucugê – veja o que fazer na cidade central da Chapada Diamantina

A Chapada Diamantina é uma grande área geológica, bem no centro da Bahia, que possui lindas cachoeiras, paisagens e trilhas, e toda essa natureza abrange diversos municípios, sendo que um dos principais deles é Mucugê.

Cemitério Bizantino de Mucugê - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cemitério Bizantino de Mucugê – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Mucugê é uma cidadezinha simples, e ao seu redor existem várias atrações turísticas, seja dentro do próprio município, seja em outros municípios da Chapada Diamantina.

Destinos como Igatu, Projeto Sempre Viva, cachoeiras dos Funis e das Andorinhas, Poço Azul, Poço Encantado e até mesmo o Vale do Pati e as cachoeiras mais afastadas Fumacinha e Buracão podem ser alcançadas em um bate-volta a partir de Mucugê.

Poço Azul - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Poço Azul – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Um destaque logístico do município é que Mucugê é o único ponto em que você pode cortar a chapada de carro, de Leste a Oeste, passando entre a parte Norte (cujo destaque é o Vale do Pai, mas também compreende Lençóis e o Vale do Capão) e a parte Sul (onde fica Ibicoara e suas belas cachoeiras Fumacinha e Buracão).

Continue lendo que iremos apresentar para você as atrações turísticas nas proximidades de Mucugê e como visitar cada um desses destinos turísticos, para que você possa se organizar e planejar direitinho sua visita a essa região da Chapada Diamantina.

Cemitério Bizantino | O que fazer em Mucugê?

O Cemitério Bizantino, cujo nome oficial é Cemitério Santa Izabel, fica em uma encosta no contorno de Mucugê, facilmente acessível de qualquer ponto da cidade.

Cemitério Bizantino - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cemitério Bizantino – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Seu grande diferencial é a arquitetura dos túmulos, cujo estilcom sugestões de roteiro o é classificado como bizantino. Suas lápides e túmulos brancos estão em um morro, e o interessante ao passear pelo Cemitério Bizantino é deixar para trás as preocupações e imergir na calmaria do local, caminhando pelos corredores dos túmulos e lendo os epitáfios das diversas pessoas que ali habitam.

Cemitério Bizantino - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cemitério Bizantino – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Ele foi construído no Século XIX em um local afastado de leitos de rio, aquíferos subterrâneos e da própria cidade para sepultar pessoas que foram vítimas de cólera ou outras doenças contagiosas que geravam surtos na época.

Cemitério Bizantino - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cemitério Bizantino – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

E por que a escolha dessa arquitetura bizantina?

Como há várias versões da história do Cemitério Bizantino, eu prefiro não detalhá-las e deixar para que você vá lá e descubra o contexto da época em que ele foi criado. A sugestão é contratar um guia, que irá passar vários detalhes desde a origem até os dias atuais.

Cemitério Bizantino - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cemitério Bizantino – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

A iluminação noturna do Cemitério Bizantino é um show a parte! Vale passar na estrada da frente dele para observar toda a encosta iluminada.

Projeto Sempre Viva | O que fazer em Mucugê?

O Projeto Sempre Viva fica localizado dentro o Parque Municipal de Mucugê, a menos de 4 Km da sede do município.

Projeto Sempre Viva - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Projeto Sempre Viva – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

No parque, você conhece o projeto que visa preservar essas espécies de plantas que são comumente conhecidas como Sempre Vivas. Por que esse nome? Porque elas costumam ficar conservadas por uns 60 anos após sua retirada!

Essa demanda de preservação surgiu devido a retirada predatória e a comercialização desenfreada das Sempre Vivas! Isso devastou bastante a sustentabilidade da planta na região, o que levou ao surgimento do Projeto Sempre Viva, que apoia pesquisas das universidades para manter o comércio sustentável da planta.

No projeto, você conhece toda essa história apresentada por um funcionário do parque e visita também o Centro de Visitantes, com diversas informações sobre a Chapada Diamantina.

Projeto Sempre Viva - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Projeto Sempre Viva – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Ah, também dá para tomar banho nas cachoeiras da Piabinha e do Tiburtino seguindo pela trilha que parte por detrás do Centro de Visitantes.

você já deve ter visto uma Sempre Viva: geralmente ela vem presas em embrulhos de presente ou até mesmo enfeitando um jarro sobre a mesa.

Museu Vivo do Garimpo | O que fazer em Mucugê?

A Chapada Diamantina não tem esse nome por acaso: o local foi bastante explorado por mineradores em busca de diamantes.

Museu Vivo do Garimpo - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Museu Vivo do Garimpo – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

E o Museu Vivo do Garimpo é um local a se visitar para conhecer bastante dessa história. Lá, painéis expostos apresentam informações bem interessantes sobre o processo de exploração, os detalhes técnicos e a história de como se deu essa retirada de diamantes da região.

Além do museu, também é possível entrar em uma toca e em uma gruna de garimpeiros, a fim de se ter uma pequena noção de como era o local onde eles procuravam e arriscavam suas vidas atrás de diamantes.

Museu Vivo do Garimpo - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Museu Vivo do Garimpo – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Confira no nosso post abaixo tudo que você precisa saber para visitar o Museu Vivo do Garimpo de Mucugê, que fica a 5 minutinhos da cidade.

Poço Azul e Poço Encantado | O que fazer em Mucugê?

Que cor de água é essa?? O Poço Azul e o Poço Encantado possuem águas lindíssimas, de ficar contemplando e admirando.

Poço Azul - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Poço Azul – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

O Poço Azul fica em Nova Redenção, a 1:30 h de Mucugê, e possibilita que entremos em suas águas cristalinas e fiquemos flutuando por lá, só olhando por dezenas de metros abaixo a linda formação geológica do poço.

Já o Poço Encantado fica em Itaetê, a 50 minutos de Mucugê. Como não há circulação de suas águas, o banho não é permitido, somente a contemplação.

Veja em nosso post sobre o Poço Azul todas as informações necessárias para você conhecê-lo. Para saber mais sobre o Poço Encantado, acesse o site Guia & Turismo, do guia Marcelo Ribeiro.

Cachoeiras dos Funis, das Andorinhas e várias outras cachoeiras da região | O que fazer em Mucugê?

Falou Chapada Diamantina, falou cachoeiras! Mucugê também tem suas cachoeiras, além de possibilitar visitar outras da região em um bate-volta.

Já falamos um pouco das cachoeiras da Piabinha e do Tiburtino, acessíveis pelo Projeto Sempre Viva. Além delas, outros destaques do município de Mucugê são a Cachoeira dos Funis, a Cachoeira das Andorinhas e a Cachoeira das Sete Quedas.

Cachoeira Tiburtino - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina? [Origem da foto: Guia Mucugê]
Cachoeira Tiburtino – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina? [Origem da foto: Guia Mucugê]

Uma sugestão é seguir uma trilha e ir passando pelas cachoeiras da Piabinha, do Tiburtino, das Andorinhas, dos Funis e das Sete Quedas, um trekking que deve ser fantástico de se fazer.

Além dessas, a Cachoeira da Fumacinha e a Cachoeira do Buracão são atrações mais distantes, acessíveis pelo município Ibicoara, mais ao Sul de Mucugê, mas que é possível conhecê-las em um bate-volta, uma em cada dia. Essas duas são simplesmente as cachoeiras mais fantásticas que eu já visitei! Não tenha dúvidas: considere incluí-las no seu roteiro. Para maiores informações, visite nossos posts sobre cada uma dessas cachoeiras, onde explicamos tudo sobre como é o passeio e como chegar na Cachoeira da Fumacinha e na Cachoeira do Buracão, além de mostrarmos muitas fotos incríveis.

Cachoeira da Fumacinha - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cachoeira da Fumacinha – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Para conhecer outras cachoeiras nos arredores de Mucugê, acesse o Guia Mucugêum site que agrega muitas informações sobre a cidade e também sobre várias outras atrações da Chapada Diamantina.

Ah, próximo de Mucugê você também encontra a Cachoeira Donana. Veja sobre ela a seguir.

Cachoeira e Poço da Donana e balneário no Rio Paraguaçu | O que fazer em Mucugê?

A estrada BA-142 cruza o Rio Paraguaçu em um ponto bem próximo de Andaraí, e é nesse local onde fica a Cachoeira Donana e o Poço da Donana, ambos formados por uma represa que propicia um bom local para banho.

Cachoeira e Poço da Donana - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cachoeira e Poço da Donana – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

As águas são tranquilas e a vista do local é bem bonita, com a ponte da rodovia do campo visual.

O acesso ao Poço da Donana é pela loja Toca do Morcego, que fica na beira da estrada. Lá é vendido artesanatos e lanches, como açaí e tapioca.

Toca do Morcego - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Toca do Morcego – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Nessa mesma região, após o rio cruzar a ponte, forma-se uma praia no areal do Rio Paraguaçu, o que também dá um bom espaço para se banhar nas águas do rio.

Ponte sobre a BA-142, logo depois do Poço da Donana - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Ponte sobre a BA-142, logo depois do Poço da Donana – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

A Cachoeira e o Poço da Donana, bem como a Toca do Morcego, ficam a 40 minutos de Mucugê.

Igatu | O que fazer em Mucugê?

Machu Picchu Baiana, Xique-Xique do Igatu, Cidade de Pedras… Essa é a atual Igatu, um vilarejo conhecido por tantos nomes.

Mas essa pequena vila do município de Andaraí já foi maior na grande época do garimpo da Chapada Diamantina. Hoje, ela funciona como um grande museu a céu aberto, onde você pode encontrar habitações com utensílios utilizadas em outrora.

Igatu - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina? [Origem da foto: Guia Mucugê]
Igatu – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina? [Origem da foto: Guia Mucugê]

Muitas pessoas que vão conhecer Igatu se encantam com o jeito simples do lugar e acabam dormindo por lá mesmo. Suas casinhas são de pedra e coloridas, e nos arredores há várias opções para banho em poços e cachoeiras.

Igatu está a 30 minutos de Mucugê, e você pode obter mais informações sobre essa atração acessando o Guia Mucugê.

Vale do Pati | O que fazer em Mucugê?

E para finalizar, uma apresentação bem curta do que, para nós, é a principal atração da Chapada Diamantina: o Vale do Pati!

Vale do Pati - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Vale do Pati – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Se alguém te disser que essa é a travessia mais bonita do Brasil e uma das três mais bonitas do mundo, pode acreditar.

No centro da Chapada Diamantina, cercado por chapadões/montanhas/planaltos, está um vale com cachoeiras, rios, florestas e casas que hospedam e alimentam os trilheiros que passam por lá.

Vale do Pati - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Vale do Pati – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Os passeios podem durar de 1 a 5 dias, dependendo do roteiro que você quiser seguir. Ou até mais, pois que dá vontade de ficar por lá, dá.

Cachoeirão, no Vale do Pati - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Cachoeirão, no Vale do Pati – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

São três os pontos principais por onde se adentra no Vale do Pati: Guiné, Andaraí e Vale do Capão. Guiné, que fica dentro do município de Mucugê, está a aproximadamente 1 h de distância de carro, Andaraí está a 50 minutos e o Vale do Capão, no município de Palmeiras, é o ponto mais distante de Mucugê para acesso ao Vale do Pati, dando umas 2:30 h de viagem.

Casa do Seu Wilson, no Vale do Pati - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Casa do Seu Wilson, no Vale do Pati – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Mas esses são os três principais, todos acessíveis de carro a partir de Mucugê (e cada um com uma característica bem distinta do outro!). Acontece que há ainda uma outra trilha: a que parte de Mucugê mesmo! Só que essa é a mais desafiadora de todas, pois exige pernoite em camping selvagem, a distância é enorme e você está isolado de qualquer sinal de civilização.

Essa última sugestão fica então mais como curiosidade, e como desafio para quem já conhece a região e quer algo muito mais aventuresco. E as demais entradas ficam como convite: vá!

Morro da Lapinha, ou do Castelo, no Vale do Pati - O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?
Morro da Lapinha, ou do Castelo, no Vale do Pati – O que fazer em Mucugê, na Chapada Diamantina?

Para conhecer o Vale do Pati, contrate um guia em Mucugê (ou em Guiné, Vale do Capão, Andaraí, Lençóis…) que ele te dará toda o apoio necessário para que você possa curtir com muito prazer esse pedaço incrível do Brasil.

Fonte: Blog Destinoes

About Luiza Melo

Check Also

Portugal: de pior país do mundo a melhor da Europa

As medidas que funcionaram para conter a pandemia no país desde janeiro – e o …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *